November 4 2013

Regina Di Ciommo

Cada vez mais brasileiros compram imóveis de alto padrão: em Miami!





apartamento-miamiA venda de imóveis para brasileiros em Miami, EUA, vem crescendo de forma constante. Em 2012 o aumento em relação ao ano anterior foi de 8%. Somente no primeiro trimestre de 2013, o crescimento em relação ao mesmo período do ano passado foi de surpreendentes 36%!

Desde 2008, depois da crise imobiliária americana, os preços dos imóveis caíram e há um ano se estabilizaram. Esse é o contexto ideal para os brasileiros investirem em imóveis nos EUA. Muitos imóveis são adquiridos de bancos para os quais os proprietários entregaram as chaves, por não poderem pagar os seus empréstimos.

Apartamentos que hoje são vendidos por US$ 300 mil, tem seu valor estimado em US$ 400 e US$ 500 mil. Essa situação favorável faz dos imóveis em Miami um excelente investimento para a classe alta brasileira. E há uma grande reserva de unidades que os bancos receberam e ainda vão colocar no mercado gradativamente, para o controle dos preços. Isso garante a vantagem dos compradores por ainda um bom tempo.

Este ano os lançamentos de novos apartamentos também passaram a se adaptar ao gosto tipicamente brasileiro, com o espaço para churrasqueira na varanda. E os compradores aproveitam, pois os preços ainda não voltaram ao patamar anterior à crise de 2008 e continuam baixos, apesar de terem subido 20% desde então.

Os brasileiros parecem estar apaixonados por Miami. E o comércio local é louco pelos brasileiros. Não é para menos, a maioria compra à vista. Pesquisa da Associação de Corretores de Miami indicou que 9% de seus clientes são brasileiros. Em algumas imobiliárias o preço médio dos imóveis comprados é de US$ 2,5 milhões.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

O representante do setor de turismo da Florida declarou que a presença dos brasileiros tem amenizado a crise do setor imobiliário, fortalecendo o mercado em um período difícil para a economia americana. 12 apartamentos do exclusivo edifício Apogge, o mais caro da região de South Beach, de 60 unidades, com preço entre US$ 3,2 milhões a US$ 5 milhões, foram comprados por brasileiros.

Vantagens de viver ou ter um imóvel em Miami

As vantagens não são poucas. Os preços são muito vantajosos em relação aos preços do Brasil, com a crise imobiliária nos Estados Unidos. Esse fator favorece a compra de imóveis na cidade americana, para a diversificação de capital.

Atualmente, em uma área nobre em Miami, que poderia ser comparada aos Jardins, em São Paulo, o metro quadrado custa em torno de US$ 5 mil, enquanto que na capital paulista custaria US$ 10 mil e no Rio de Janeiro, US$ 15 mil. Há corretores que trabalham apenas atendendo a clientes estrangeiros e 70% dessa clientela é brasileira.

Mas não é somente o preço que atrai a classe alta brasileira para Miami. A segurança e o bem-estar que a cidade oferece, graças à maior igualdade social e alto padrão de vida, são fatores vantajosos que os brasileiros procuram. Fugindo da violência que se enfrenta nas grandes cidades brasileiras, onde os imóveis de alto padrão precisam estar atrás de cercas elétricas, os compradores encontram um oásis para desfrutar de seu dinheiro e ostentar o seu status.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Os brasileiros que passam a morar em Miami passam a usar joias, circular em seus carros de luxo, como Rolls-Ryces e Ferraris, sem atrair os mesmos olhares e as ameaças que correm no país de origem. Além disso, não há congestionamentos de trânsito, o que é mais um atrativo para quem levava 1 hora e meia ou duas horas para chegar ao trabalho.

Se você estiver interessado

Comprar um imóvel nos EUA não é difícil, mas alguns cuidados precisam ser tomados:

  • É preciso ter um representante no local, mesmo que você não trabalhe com um corretor de imóveis, porque as leis estabelecem uma série de regras a serem seguidas.
  • Os estrangeiros podem comprar imóveis, mas precisam comprovar renda.
  • Você pode conseguir um financiamento bancário para compra de um imóvel nos EUA. A entrada é de 40% do valor do imóvel e também pode ser financiada. Os juros cobrados são de 5% a 5,5% ao ano e a dívida pode ser amortizada em até 30 anos.
  • As imobiliárias locais cobram a taxa de corretagem de 6%.
  • O imposto sobre o imóvel é pago em novembro e é de 2% sobre o valor. A taxa de taxa de transferência e escritura, por ocasião da compra, é de apenas 1% sobre o valor do imóvel, enquanto que no Brasil ela é de 4%.
  • Se você não vai morar no imóvel, algumas imobiliárias oferecem o conforto de manter seu imóvel limpo e em ordem, pela taxa mensal de US$ 500.
  • Prepare-se para o valor do condomínio. Eles podem chegar a US$ 5.000 nos edifícios de alto padrão.
  • Há imobiliárias americanas que mantém parceria com imobiliárias brasileiras, o que facilita bastante o processo de compra.

Sobre o autor: Regina Di Ciommo

Mestrado e Doutorado em Sociologia pela UNESP – Universidade Estadual Paulista, pós-doutorado em Recursos Naturais com especialização em Ecologia Humana. Pesquisadora da Universidade Estadual da Bahia, em Ilhéus, é professora de cursos de pós-graduação. Coordenadora e membro de projetos de desenvolvimento local e sustentabilidade, no estado de São Paulo e Bahia.